SEARCH

Jan van Rijckenborgh – um rosa-cruz e um gnóstico hermético

Jan van Rijckenborgh (1896-1968)
Jan van Rijckenborgh (1896-1968)

O nome verdadeiro de Jan van Rijckenborgh era Jan Leene (1896 -1968). Como co-fundador e líder espiritual do Lectorium Rosicrucianum, sua missão de vida consistiu em edificar, juntamente com Catharose de Petri (1902 -1990), a Escola Internacional da Rosacruz Áurea.

Jan van Rijckenborgh nasceu em Haarlem, Holanda. Ainda jovem já buscava a verdade e o profundo significado da vida. Logo percebeu que, muitas vezes, os teólogos e seus seguidores apresentavam certa discrepância entre a fé teórica e a vida real. Esse fato o afastou da Igreja Reformada, à qual seus pais pertenciam. Optou por não atacar a igreja de seus pais, mas decidiu-se, por si mesmo, a realmente praticar o tipo de vida que ali era pregado apenas na teoria.

Sentiu-se bastante motivado pelas declarações de pastor da Igreja Reformada, o professor doutor Arnold Hendrik de Hartog (1869-1938). De Hartog baseava-se nas idéias de Jacob Boehme, cujo conceito hermético sobre as duas ordens de natureza também serviram de grande inspiração para Jan Leene. Essas ideias foram decisivas para seu direcionamento espiritual.

Raízes espirituais e encontros decisivos

A busca espiritual efetuada por Jan Leene juntamente com seu irmão Zwier Willem (“Wim”, 1892-1938), levou-os, em 1924, até a Rozekruisers Genotschap, o ramo holandês da Fraternidade Rosacruz de Max Heindel, cuja sede central era em Oceanside, Califórnia. Ainda em 1924, ele se casou com Joan Ames, com quem teve um filho e uma filha. Em 1929, ele se tornou dirigente desse ramo holandês da Fraternidade Rosacruz.

Durante esse período, os irmãos Leene estudaram intensivamente a obra de Helena Petrovna Blavatsky, Max Heindel e Rudolf Steiner, bem como os Manifestos Rosacruzes e os textos de Comenius e Paracelso. Foram essas fontes espirituais, paralelamente à obra de Jacob Boehme, que definiram as bases de tudo o que viria a acontecer depois.

Na véspera do Natal de 1930, Henriette Stok-Huizer (1902-1990) encontrou-se pela primeira vez com os irmãos Leene e se juntou a eles em sua busca metódica. Posteriormente, ela adotou o nome espiritual de “Catharose de Petri”. Em 1935, os três deixaram a Fraternidade Rosacruz de Max Heindel e fundaram o Lectorium Rosicrucianum, posteriormente conhecido com Escola Internacional da Rosacruz Áurea.

Escrevendo a respeito de sua motivação e sobre a atitude que mantinham em seu trabalho, Jan van Rijkenborgh declarou:

“Estamos empreendendo uma peregrinação metódica e deliberada. Não queremos morrer nunca mais, e também já não queremos viver. Não queremos estar nunca mais em nenhum lugar desta ordem de natureza, pois percebemos que esta é a ordem da natureza mortal. (…) Então sentimo-nos obrigados a investigar o antigo Tao – de forma bem objetiva, e não de acordo com as orientações das autoridades. (…) Nosso estudo mostrou-nos claramente que existe um reino original, apartado desta ordem de natureza. É um reino que está muito além do Nirvana: um reino que difere substancialmente desta natureza e de suas duas esferas.”.

Esta citação demonstra claramente a mensagem gnóstica de Jan van Rijckenborgh, que tornou-se o elemento central da originalidade de seu ensinamento rosacruz para os séculos XX e XXI. O enfoque categórico e o ardor com o qual ele transmitiu sua mensagem em incontáveis pronunciamentos, inspirou e estimulou aqueles que o ouviram. Ele sempre enfatizou o aspecto da realização: quem traz a libertação não é a filosofia, mas sim a ação – e somente a ação.

Próxima página

Temas relacionados

Cátaros, místicos, rosacruzes – Mensageiros da Gnosis (2)

A história do gnosticismo a partir do século VII até hoje aponta para movimentos como o dos bogomilos e cátaros, e a certos indivíduos, como Mestre Eckhart e Jacob Boehme. Os rosacruzes do Lectorium Rosicrucianum também participam da tradição gnóstica.

Mais sobre "Cátaros, místicos, ros ..."

O que é Gnosis?

Ensinamentos religiosos secretos, a busca pela sabedoria divina – esses são alguns dos pensamentos associados com a palavra Gnosis. Mas será que isso significa vivenciar a Gnosis dentro de seu próprio ser?

Mais sobre "O que é Gnosis?"