SEARCH

Quando começa a Era de Aquário?

Considerada um momento espiritual decisivo para a sociedade, mas principalmente para cada indivíduo, muito se especula sobre o início da Era de Aquário. Ainda está por chegar? Está apenas no início? Ou se encontra em pleno andamento?

Nada mais é como era. Atualmente, as pessoas, a sociedade e a consciência da humanidade mudam rapidamente. Normas e valores se dissolvem, hierarquias e estruturas autoritárias entram em colapso, a ilusão é desmascarada, e as realidades mais sutis são percebidas cada vez mais conscientemente. Desde o início do século XX, sobretudo a partir do final da década de 60, esse processo aumentou. O esoterismo atribui essas grandes mudanças ao signo de Aquário, que envia impulsos espirituais à humanidade.

Quando se inicia o momento da mudança espiritual?

Algumas pessoas sensíveis a impressões atmosféricas sentem que o momento da mudança espiritual já chegou. Contudo, ao investigar quando a Era de Aquário realmente inicia ou iniciou, vemos grandes diferenças. A International Astronomical Union (IAU) data o início dessa era em 2601. A Astrologia coloca o início da Era da Aquário no ano de 2375. O antroposofista Rudolf Steiner e Jan van Rijckenborgh chegam a diferentes conclusões. Enquanto Steiner indica o ano de 3574 como o ano de Aquário, Jan van Rijckenborgh indica o ano de 1908. Uma diferença de 1666 anos. Qual seria a data correta?

Respostas astronômicas e astrológicas

As várias datas resultam dos diferentes pontos de vista em relação ao início da era aquariana. O IAU tem fundamento astronômico. Seus cálculos se baseiam na projeção das constelações físicas sobre a eclíptica, o plano da órbita da terra em redor do sol, a qual traça um círculo imaginário, o equador celestial. O equador terrestre está posicionado num ângulo de 23° 27′ em relação à eclíptica. Assim, a projeção dos doze signos do zodíaco cobre diversos segmentos da eclíptica. Por outro lado, os astrólogos baseiam-se na teoria de que o equador celestial precisa ser dividido em doze segmentos iguais de 30° cada um: o zodíaco astrológico.

Tanto uma como outra abordagem discordam sobre a extensão dos signos do zodíaco. Por isso, seus cálculos chegam a diferentes resultados quanto ao início da Era de Aquário.

A perspectiva da astrosofia

Mais uma vez Rudolf Steiner e Jan van Rijckenborgh mostram abordagens bem diversas a respeito da Era de Aquário. Apesar de ambos, em princípio, terem uma perspectiva astrosófica, suas datas diferem em 1666 anos. Para resolver esse enigma, não devemos olhar para o céu, mas sim refletir sobre o ser humano.

Quando uma pessoa começa a existir? A partir da concepção? A partir dos primeiros movimentos no útero? No momento do parto? Ou será que realmente apenas chega ao mundo quando se torna um adulto, membro da sociedade? A resposta depende também da perspectiva do observador. Jan van Rijckenborgh e Rudolf Steiner se distinguem pelo ponto de vista com que olham para a Era de Aquário.

Para ilustrar isso, é importante lembrar que o impulso aquariano é uma influência do cosmo. O homem responde a ele de três formas: com a mente, a alma e o corpo. Tudo o que move uma pessoa começa na mente. De início, o impulso aquariano se expressou na mente da humanidade, como uma ideia que permaneceu abstrata, sem energia emocional ou física. Nessa fase, o ser humano apenas pensa, fala e escreve sobre a nova ideia.

Algumas pessoas são pioneiras e respondem imediatamente ao novo impulso, enquanto outras, mais inclinadas às velhas ideias, reconhecem-no mais tarde. Com o tempo, a nova ideia se fortalece o suficiente e se revela no plano da alma. Quando isso acontece, o ser humano se apropria da ideia, dá-lhe ânimo e enche-a de vida. É assim que ela ganha impulso. Pouco a pouco, a ideia se torna um fator determinante na vida humana. Então, segue-se a terceira etapa: o ser humano passa a agir. Ele utiliza sua vontade dinâmica e começa a perceber a ideia com plena consciência, convertendo o impulso espiritual em ação. Até que, mais tarde, novo impulso irradia do cosmo, e todas as velhas ideias e estruturas rodopiam caoticamente.

Será que a Era de Aquário já chegou à sociedade atual?

Quem levar em consideração as três etapas da realização do impulso espiritual de Aquário para pesquisar a sociedade onde vive chegará às mais diversas conclusões. De qualquer modo, podemos notar que o caminho do impulso espiritual leva longo tempo, desde o início até a perfeita revelação à humanidade. Passam-se séculos! Essa é também a razão pela qual Rudolf Steiner e Jan van Rijckenborgh têm diferentes perspectivas sobre o início da Era de Aquário.

O primeiro impulso acontece quando a primeira estrela da constelação de Aquário se aproxima do horizonte, exatamente do mesmo modo que o sol já emite sua luz antes mesmo de nascer no horizonte. Essa é a situação que Jan van Rijckenborgh sugere quando fala sobre o ano de 1908. Em 1968, os primeiros grupos de jovens começaram a responder à constelação de Aquário em nível emocional e mental. O movimento hippie dos anos 60 é uma expressão desse fato.

A completa manifestação de Aquário

A colheita cultural desse impulso apenas será revelada plenamente depois de muitos séculos. Ela se manifestará como uma era cultural em que a humanidade ajustará sua ação ao impulso de Aquário. Essa é a fase que Steiner relaciona ao ano de 3574. Essa fase é o auge da Era de Aquário. Contudo, de uma perspectiva espiritual, este período em que vivemos já possui a semente da manifestação total. Afinal, a aurora de um novo ano estrelar despontou, pois Aquário é a última etapa no ciclo de um ano estelar, que dura cerca de 26.000 anos.

Os momentos decisivos estão no agora

A revelação progressiva de um impulso espiritual é ao mesmo tempo coletiva e individual. Tanto a humanidade como o ser humano passam por essa revelação. A Era de Aquário abre oportunidades libertadoras e espirituais: é para elas que Jan van Rijckenborgh apontou, por exemplo, nas cinco conferências de Aquarius, encontros espirituais rosa-cruzes realizados em vários países na década de 1960. Nessas conferências, ele explicou como o buscador deve trabalhar com os raios de Aquário para caminhar na senda que os libertará da roda da vida e da morte. Essa senda impulsiona a alma humana a realizar o renascimento espiritual e a voltar ao campo divino original – ao reino de Deus, onde a alma se religa com a luz do Espírito.

Para os rosa-cruzes, essa senda não está no passado ou no futuro, mas é uma realidade no agora! Todos os que clamam por essa libertação do âmago do ser reconhecerão que este mundo, com seu ciclo de vida e morte, não é sua verdadeira morada – e poderão encontrar sua mudança espiritual a qualquer momento. A Era de Aquário lhes oferece a “água” de possibilidades totalmente novas.

Temas relacionados

Sob o signo de Aquário

Já faz quarenta anos que muitas pessoas começaram a reconhecer e sentir que tanto elas quanto o mundo estavam entrando em um momento de grande mudança: o musical “Hair” expressou em suas músicas o sentimento de toda uma geração sobre o início da Era de Aquário.

Mais sobre "Sob o signo de Aquário"

Quem é Cristiano Rosacruz?

Cristiano Rosacruz é um dos personagens mais enigmáticos da história intelectual europeia. Que mistério se esconde por detrás desse nome?

Mais sobre "Quem é Cristiano Ros ..."

A influência dos Planetas dos Mistérios

O período aquariano fornece novas oportunidades para a Terra e seus habitantes. As influências dos Planetas dos Mistérios, Urano, Netuno e Plutão já se fazem sentir. É essencial perceber como a humanidade está respondendo a essas influências.

Mais sobre "A influência dos Plane ..."