SEARCH

Como os rosacruzes praticam seu caminho espiritual?

Tudo começa com a auto-análise

Esse caminho começa com uma profunda auto-análise e autoconhecimento, que levam a uma progressiva compreensão das necessárias lições de vida. Esse processo é vivenciado individualmente e, ao mesmo tempo, realizado em um grupo de pessoas que têm esse objetivo em comum.

O trabalho espiritual em grupo é o método mais utilizado no caminho rosacruz para o homem moderno individualizado. Assim, a alma divina torna-se una com todas as outras almas. Unidade, amor e integração é a natureza fundamental da alma. Por isso, os rosacruzes têm como meta reunir-se e trabalhar juntos, em nível de alma. Aprender a entrar em contato com sua própria alma significa entrar em contato e em unidade com a alma dos demais. Isto pode ser percebido e vivenciado no campo de força de uma escola espiritual.

A Rosa nunca pode ser satisfeita por nada deste mundo

A semente do Espírito divino encontra-se no coração do homem. É a misteriosa Rosa indicada pelos rosacruzes, a partir da qual o buscador recebe a força para percorrer o caminho. A força da Rosa é vivenciada, no início, como um desejo insaciável por algo que não é deste mundo e que nunca poderá ser saciado por nada que venha deste mundo. Conforme vai progredindo no caminho, o buscador percebe que, a partir da Rosa, vai se abrindo um espaço interior no qual o silêncio, a Luz e o conhecimento de Deus (Gnosis) pode ser vivenciado. Essa Luz ilumina totalmente se ser com a força do Amor e da Sabedoria e o impulsiona a um desenvolvimento dinâmico.

Mudando o foco principal da vida

Quando a consciência da alma eterna nasce no ser humano, ele sabe que está em unidade com as almas de todos os seres humanos, tendo como base a centelha do Espírito. Para a consciência da alma desperta, trata-se de uma realidade simples e concreta. Quanto mais a pessoa vai tendo consciência dessa relação, todas as suas necessidades, todos os problemas e obstáculos vão ficando em segundo plano. Esse é o efeito da mudança gradual do foco de sua vida: a alma se conecta com a força da Luz e, assim, fica livre dos problemas, do medo e do egoísmo.

Essa pessoa se torna um morador de dois mundos: ao mesmo tempo em que está em pleno mundo perecível e material, também está livre em seu interior, pois está respirando em um campo de vida espiritual e universal. Como é um microcosmo humano, um ser universal completo, ela proveio desse campo de vida e agora sente novamente essa conexão, com sua consciência iluminada. Ela está em sintonia como a “corrente de Água Viva”, com o prana espiritual da nova era.

Temas relacionados

Qual é o objetivo dos rosacruzes do Lectorium Rosicrucianum?

O Lectorium Rosicrucianum é uma escola espiritual gnóstica. O objetivo dessa escola é realizar o caminho iniciático de transfiguração, assim como é indicado pelo cristianismo original.

Mais sobre "Qual é o objetivo dos ..."

Jan van Rijckenborgh – um rosacruz e um gnóstico hermético

O nome verdadeiro de Jan van Rijckenborgh era Jan Leene (1896 -1968). Como co-fundador e líder espiritual do Lectorium Rosicrucianum, sua missão de vida consistiu em edificar, juntamente com Catharose de Petri (1902 -1990), a Escola Espiritual da Rosacruz Áurea.

Mais sobre "Jan van Rijckenborgh – ..."

A História do Lectorium Rosicrucianum

Os primórdios do Lectorium Rosicrucianum (LR) datam de 1924, na Holanda, com os trabalhos dos líderes espirituais Jan van Rijckenborgh e Catharose de Petri. Hoje o LR está ativo em trinta e seis países.

Mais sobre "A História do Lectoriu ..."